Editora Henle lançará novo aplicativo de partituras de suas edições urtext

Sabemos que com o advento da internet e o desenvolvimento da tecnologia nossa sociedade tem presenciado uma grande transformação. O surgimento de ferramentas como o Uber, WhatsApp e Waze tem mudado a forma como as pessoas interagem entre si e com o ambiente a sua volta. Era questão de tempo para que estas transformações tecnológicas também tivessem influência na prática musical. Isso é o que promete um novo aplicativo que será lançado pela editora Henle, previsto para 3 de fevereiro. Com o “Henle Library” será possível ter as edições urtext em formato digital nos aparelhos da Apple e Android.

Claro que esse não é o primeiro aplicativo criado especificamente para ler música, mas de acordo com as funcionalidades divulgadas no blog da Henle, ele é muito promissor. O que ele promete:

  • Mudar a quantidade e o tamanho dos pentagramas por tela;
  • Adicionar ou remover as partes dos instrumentos solos na partitura do piano em música de câmara;
  • Fazer anotações na partitura;
  • Adicionar e remover todos os dedilhados e arcadas com um só toque ou escolher os que você deseja ver, e até alterá-los com os seus;
  • Ver, na mesma peça, todos os dedilhados ou arcadas de diferentes músicos que foram publicadas pela Henle;
  • Ver as partituras na vertical ou horizontal, mudar a cor de fundo, virar páginas muito mais rápido, até mesmo com a ajuda de um pedal Bluetooth, imprimir a partitura ou mandar por e-mail;
  • Voltar direto no início das repetições com apenas dois toques. Poderá alternar entre a grade e partes solo com um toque;
  • O aplicativo tem um metrônomo e será possível gravar sua própria performance.

O aplicativo será gratuito, mas as partituras deverão ser adquiridas individualmente. Será possível, inclusive, comprar apenas a parte que você precisa, sem que você seja obrigado a adquirir o set completo.

Segundo o blog da editora, você pode testar o aplicativo ao se cadastrar no site oficial em www.henle-library.com.

Deixe uma resposta