Dicas de Finale – #4 Espaçamento automático

Olá pessoal, hoje eu queria falar sobre uma coisa bem simples que pode ser muito útil ou extremamente irritante quando escrevemos uma partitura no Finale: o espaçamento automático.

O espaçamento automático (Automatic Music Spacing) vem ativado por padrão no Finale, e ele serve para espaçar as notas e outros elementos na partitura automaticamente a medida que inserimos as notas. Esse é justamente o ponto positivo de ter essa opção ativada, porque ela vai evitar que as notas se sobreponham enquanto escrevemos. A desvantagem será quando estivermos na fase final da produção da partitura, quando estivermos arrumando o layout e formatação. Imagine que em um trecho no primeiro compasso da música você precisou deslocar uma nota de lugar só um pouco para o lado. E você foi tendo esse cuidado em todos os sistemas seguintes. Então, quando você está na página 153, 1000 compassos depois, você percebeu que faltou escrever toda uma segunda voz de um compasso. Então você escreve. Dois dias depois, quando está pronto para enviar ou imprimir sua partitura, percebe que lá na primeira página, todas aquelas notas que você teve tanto cuidado em colocar um pouco pra lá, um pouco pra cá, estão todas no lugar errado de novo. Aí lá vai você conferir compasso por compasso de novo… Sim, isso já aconteceu comigo.

A minha dica, para evitar essa situação, é fazer o seguinte:

Quando você estiver escrevendo a partitura, no início do seu trabalho, deixe a opção ativada. Como eu disse, isso vai evitar que as notas acabem se sobrepondo se o espaço for limitado no sistema. Escreva toda a partitura. Coloque as articulações, dinâmicas, acidentes de precaução, claves no meio do sistema, etc, etc. Quando você terminar de fazer isso, desative o espaçamento automático e só depois faça as correções na posição das notas e etc. Desativando a opção vai evitar que suas correções sejam desfeitas acidentalmente pelo programa.

Caso você sinta que as alterações que fez em um sistema não tenham ficado boas e você queira voltar à posição padrão dos elementos, apenas selecione o sistema e clique no menu Utilities -> Music Spacing -> Apply Note Spacing… (ou utilize o atalho Ctrl + 4). Acho que vale um aviso aqui: se você estiver escrevendo para vários instrumentos e selecionar a pauta de apenas um deles, o espaçamento não levará em consideração os outros instrumentos. Você deve selecionar todas as pautas para o espaçamento ficar correto (a não ser que você não queira que algum instrumento seja levado em consideração, o que pode ser o caso em algumas situações).

Existem duas maneiras para ativar/desativar o espaçamento automático. A primeira é indo no menu Edit -> Preferences -> Edit e ativar ou desativar a opção “Automatic Music Spacing” no campo “Automatic Settings“.

2017-01-17-1

A segunda maneira é utilizando a barra de ferramentas “Layout Pallete“. Por padrão ela não está visível. Para ativá-la, clique com o botão direito do mouse em um espaço vazio nas barras de ferramentas e selecione a opção “Layout Pallete“. Quando a barra aparecer você verá um botão com duas semínimas e uma seta entre elas simbolizando espaçamento. Clicando nesse botão você ativa/desativa o espaçamento automático.

2017-01-17

A dica de hoje parece algo meio bobo, mas eu te garanto que essa simples ação irá te poupar muita dor de cabeça no futuro. Eu espero que essa dica seja útil para você. Um bom trabalho e até a próxima.

Leave a Reply